Subiu no poleiro, voou mais alto e despencou

Nota que procura uma explicação para o voo mais longo da economia capitalista entre 2000 e 2016 Por Eleutério F. S. Prado[1]: Nos anos 1990, como anotou Filgueiras (2017), alguns economistas passaram a empregar o termo “voo da galinha” para indicar o padrão de crescimento da economia capitalista no Brasil. Entretanto, entre 2004 e 2010 pareceu que […]

Continue reading

De la souffrance au travail à sa réhabilitation !?

Une critique de Christophe Dejours, par Deun: “Peut-on combattre la souffrance au travail sans remettre en cause une telle organisation sociale ? Les spécialistes du travail et de sa souffrance ne la remettent pas en cause : ils nous disent qu’elle est « centrale ». Ils n’ont pas d’autres solutions à la souffrance au travail […]

Continue reading

O suicídio da “classe média”

Por Maurilio Lima Botelho: “É quase uma “astúcia da razão” que sejam exatamente as camadas médias as principais atingidas pela terceirização irrestrita. O ressentimento destas contra os mais pobres já era um resultado da precarização: a crítica norte-americana Barbara Ehrenreich mostrou como, nos EUA, os profissionais de “classe média” sofreram um choque ao ter que […]

Continue reading

Keynes, civilisation and the long run

By Michael Roberts: – “To avoid the situation where in the long run we are all dead, Keynes reckoned that you must sort out the short run.  But the short run cannot be sorted to avoid the long run.  Deliver full employment and all will be well, he thought.  Yet, now in 2017, we have […]

Continue reading

Vida sem valor

O fetiche do capital e a economia política da “vida nua” Por Bruno Lamas Nota prévia:  O presente texto constitui a versão escrita de uma apresentação intitulada «“Vida sem valor”. O fetiche do capital e a economia política da “vida nua”», efectuada em Lisboa, a 21 de Fevereiro de 2015, na jornada “Da vida nua […]

Continue reading

Crise estrutural do capitalismo:

uma reconstrução conceitual e empírica Por Eleutério F. S. Prado [1]: “Vou argumentar agora em favor da tese em discussão: há sim uma crise estrutural no capitalismo que adquiriu agora uma dimensão verdadeiramente mundial. Vou fazer isso por meio de um comentário sobre a tese de Robert Kurz e da ‘crítica  do valor’ segundo a […]

Continue reading

Do desastre nos salvará a vileza de Pulcinella

Entrevista com Giorgio Agamben por Alessandro Leogrande “Ubi fracassorium, ibi fuggitorium, onde há uma catástrofe, aí há uma linha de fuga.” Originale versione italiana qui Como a comédia dialoga (desde sempre) com a política. Um ciclo de afrescos de Giandomenico Tiepolo é o ponto de partida do último livro de Giorgio Agamben Entre 1793 e […]

Continue reading

Tortura é a norma, anomalia são as ocupações

Por Edson Teles: “Autorizo expressamente que a Polícia Militar utilize meios de restrição à habitabilidade do imóvel, tal como suspenda o corte do fornecimento de água, energia e gás. Da mesma forma, autorizo que restrinja o acesso de terceiros, em especial parentes e conhecidos dos ocupantes, até que a ordem seja cumprida. Autorizo também que […]

Continue reading

Polícia Soberana

Por Giorgio Agamben (English Version link below): Uma das lições inequívocas da guerra do Golfo é a entrada definitiva da soberania na imagem da polícia. A desenvoltura com a qual o exercício de um jus belli particularmente destruidor travestiu-se aqui, com modesta aparência, como uma “operação de polícia” não deve ser considerada (como fizeram alguns […]

Continue reading

As transformações milagrosas da criação de valor

Uma pequena história – Por Richard Aabromeit: A repetição de um ato que não cria valor nunca pode ser um ato criador de valor. (Karl Marx, MEW 42) Criação de valor em euros = custos de produção, menos adiantamentos, menos amortizações, menos impostos indiretos, mais subsídios (Teoria da Economia Empresarial – dito sábio) A criação […]

Continue reading

Estado de exceção global

Capítulo/trechos de Weltordnungskrieg (2003) [A guerra de ordenamento mundial] Por Robert Kurz: Quando a soberania se dissolve, tem de se dissolver também a relação jurídica e contratual entre os estados. Assim é posta em questão a moderna forma jurídica burguesa em geral, incluindo nas relações interestatais. Mas isso significa apenas que o verdadeiro cerne de […]

Continue reading

Do futuro sombrio do capitalismo

Por Wolfgang Streeck[1]: O cartaz está pregado na parede e ele já se encontra aí há um bom tempo; nós é que temos de aprender a lê-lo. Eis a sua mensagem: o capitalismo é uma formação social histórica; ele não tem apenas um começo, mas tem também um fim.[2] Três tendências se desenvolveram em paralelo […]

Continue reading

Subsunção da vida ao capital

O conceito de subsunção do trabalho ao capital: rumo à subsunção da vida no capitalismo biocognitivo Por Andrea Fumagalli Trecho A sociedade de controle é a governança da subsunção da vida. Três elementos o confirmam. 1. O primeiro já foi sublinhado pelo próprio Deleuze ao escrever: É o dinheiro que talvez melhor exprima a distinção […]

Continue reading

Agência pós-moderna de viagens a eventos em dificuldades

Por Richard Aabromeit: “Eu sou um cavaleiro andante, e não daqueles, de cujo nome nunca a fama se recordou para os eternizar, mas dos que, a despeito e pesar da própria inveja, e de quantos magos criou a Pérsia, e brâmanes a Índia, e gimnosofistas a Etiópia, hão de pôr o seu nome no templo […]

Continue reading

Capitalismo de Rosto Humano

Por Tomasz Konicz: Tudo vai voltar a ficar bem – desde que todos se tornem bons. É mais ou menos esta a lógica que se pode encontrar por trás de todas as abordagens de organização, iniciativas, leis e ideologias que pretendem lutar por um capitalismo ético, um capitalismo de rosto humano. Dificilmente qualquer empresa pode […]

Continue reading