Archive | Radical Critique of Value RSS feed for this section

A Ruptura Ontológica

Antes do início de uma outra história mundial – Por Robert Kurz: “Quanto mais nitidamente a análise demonstra que nação e política se tornaram obsoletos, tanto mais atávico se revela o discurso político e teórico aos conceitos de política e nação. O dilema parece consistir no fato de que não há alternativas imanentes para esses […]

Continue reading

Subiu no poleiro, voou mais alto e despencou

Nota que procura uma explicação para o voo mais longo da economia capitalista entre 2000 e 2016 Por Eleutério F. S. Prado[1]: Nos anos 1990, como anotou Filgueiras (2017), alguns economistas passaram a empregar o termo “voo da galinha” para indicar o padrão de crescimento da economia capitalista no Brasil. Entretanto, entre 2004 e 2010 pareceu que […]

Continue reading

Vida sem valor

O fetiche do capital e a economia política da “vida nua” Por Bruno Lamas Nota prévia:  O presente texto constitui a versão escrita de uma apresentação intitulada «“Vida sem valor”. O fetiche do capital e a economia política da “vida nua”», efectuada em Lisboa, a 21 de Fevereiro de 2015, na jornada “Da vida nua […]

Continue reading

As transformações milagrosas da criação de valor

Uma pequena história – Por Richard Aabromeit: A repetição de um ato que não cria valor nunca pode ser um ato criador de valor. (Karl Marx, MEW 42) Criação de valor em euros = custos de produção, menos adiantamentos, menos amortizações, menos impostos indiretos, mais subsídios (Teoria da Economia Empresarial – dito sábio) A criação […]

Continue reading

O Pesadelo da Liberdade

Os fundamentos dos “valores ocidentais” e o desamparo da crítica Por Robert Kurz: “Só na aparência a liberdade e a igualdade da circulação, por um lado, e a ditadura da produção empresarial, por outro, se contradizem. De um ponto de vista puramente formal, as trabalhadoras e os trabalhadores são não-livres na produção justamente porque antes […]

Continue reading

El espectáculo: fase suprema de la abstracción

Por Anselm Jappe: “Las condiciones principales en que se funda el espectáculo son dos: ‘la incesante renovación tecnológica’ y ‘la fusión económico-estatal’, y tres son las principales consecuencias, particularmente en su fase más reciente: ‘El secreto generalizado, la falsedad sin réplica y un perpetuo presente’. El espectáculo no es por tanto un mero añadido del […]

Continue reading