Archive | Post-Democratic Spectacular-Integrated Society RSS feed for this section

“Onda conservadora” ou declínio social?

Por Marcos Barreira: “Até o mais distraído dos observadores é capaz de notar que tais padrões de comportamento e visões de mundo estimuladas pelo efêmero boom de crescimento não podiam romper com a ordem conservadora, nem apontavam qualquer perspectiva de mudança social – a não ser aquela promovida pelo próprio mercado. Tratava-se não de reforma […]

Continue reading

Everybody wants to go to heaven, but no one wants to die to get there

Except the living deads? (SB) By Jehu (2014): If you ever want to make a good case against communism to a worker, tell her that communists want the following things: Everyone is unemployed No one has any income Democracy no longer exists No one can own anything The paradox of communism is that it appears to […]

Continue reading
Dubai-in-the-Fog

Agamben: A democracia é um conceito ambíguo

Entrevista com Giorgio Agamben “Diria que a democracia é menos um conceito genérico do que ambíguo. Usamos esse conceito como se fosse a mesma coisa na Atenas do século V e nas democracias contemporâneas. Como se estivesse em todos os lugares e sempre bem claro de que se trata. A democracia é uma ideia incerta, […]

Continue reading

The storm is underway and we have no shelter

SB: “As voltas de um parafuso…” Franco ‘Bifo’ Berardi and Mark Fisher discuss exhaustion, the financial crisis, aesthetic resistance and the ‘slow cancellation of the future’ (2013) [*] By Mark Fisher and Franco ‘Bifo’ Berardi: Mark Fisher:  The first chapter of my new book, Ghosts of My Life, is titled ‘The Slow Cancellation of the […]

Continue reading

Otimismo Cruel na Pós-Democracia

Na pós-democracia, os direitos e garantias fundamentais também são vistos como mercadorias Por Rubens Casara: Na pós-democracia o significante “democracia” não desaparece, mas perde seu conteúdo, ou seja, não há mais um modelo de Estado no qual existe participação popular para a tomada das decisões políticas somada ao esforço dos agentes estatais para a concretização […]

Continue reading

¿Es posible una acción política partiendo de la teoría del valor-trabajo?

Con la expresión acción política me refiero a la posibilidad de hacer germinar en la población una crítica a la sociedad del trabajo y de las mercancías capaz de derivar en formas de organización y participación política antagónicas (movimientos sociales, grupos de acción directa, etc.). Descarto entre las formas de organización política la de los […]

Continue reading

Todo direito é um golpe

POLÍTICAS E GEOPOLÍTICAS DO DIREITO – Por Alysson Mascaro: Todo direito é um golpe. É a forma do engendramento da exploração do capital e da correspondente dominação de seres humanos sobre seres humanos. Tal golpismo jurídico se faz mediante instituições estatais, sustentando-se numa ideologia jurídica que é espelho da própria ideologia capitalista. Sendo o direito […]

Continue reading

O giro dos ponteiros do relógio no pulso de um morto

Por Marildo Menegat [*]: No momento em que os laços de coação que constrangiam a vida social começam a se dissolver, ele passa a servir de ameaça contra a própria dissolução das relações sociais que perderam sua objetividade. É uma exacerbação projetiva da subjetividade. Não se sabe quem vem lá – pois é apenas o […]

Continue reading
Perifer por Carlos No

Urbanismo como método de exclusión y control social

“Éste es su programa: la vida definitivamente dividida en manzanas cerradas, en sociedades vigiladas; el final de las posibilidades de insurrección y de encuentros; la resignación automática” (Guy Debord) – Autor Desconocido: “La topología del actual modelo consumista es el laberinto (topología sin punto fijo) microsalida a mano, pero sin macrosalida, para que los consumidores circulen […]

Continue reading

El espectáculo: fase suprema de la abstracción

Por Anselm Jappe: “Las condiciones principales en que se funda el espectáculo son dos: ‘la incesante renovación tecnológica’ y ‘la fusión económico-estatal’, y tres son las principales consecuencias, particularmente en su fase más reciente: ‘El secreto generalizado, la falsedad sin réplica y un perpetuo presente’. El espectáculo no es por tanto un mero añadido del […]

Continue reading
Welcome Refugees

Refugee Washing

La (proficua?) ambivalenza del “refugees welcome”: Rifugiati, migranti economici e refugee washing: se anche nell’accoglienza emerge il retaggio colonialista – Di Livia Bernardini e Ivan Bonnin: L’esclusione diventa scienza dell’inclusione differenziale, ovvero una segregazione esistenziale e lavorativa che vede nello sfruttamento illegale l’unico reale mezzo di inclusione e sopravvivenza. Senza dubbio un buon affare per […]

Continue reading