Archive | Neoliberal Governance RSS feed for this section

O Reverso da Liberdade

O valor da desenvoltura – Por Massimo De Carolis: “[Q]uanto mais a fundo os dispositivos de cálculo penetram na vida social, mais essa ‘vida’ é colocada a serviço das relações de poder, a criatividade é submetida ao controle e a inteligência é esvaziada e transformada em mera técnica administrativa.” O espírito do liberalismo clássico está […]

Continue reading

Da confusão entre as funções “medida de valores” e “padrão de preços”

(Dinheiro Fictício III) Por Eleutério F. S. Prado[1]: Até a década dos anos 1970, a expansão do crédito e do capital fictício que dele se alimenta ocorreu ainda sob forte regulação estatal. Entretanto, com a magnífica crise que então abateu o crescimento da economia capitalista nos países centrais, relaxou-se também na manutenção dessa trava. A […]

Continue reading

Brazil: at the end of its Temer?

By Michael Roberts: “Brazil’s productivity has been almost stagnant since 2000; today it is just over half the level achieved in Mexico. According to McKinsey, the global management consultants, more than half of Brazil’s population remain below a monthly income per head of R$560.  To cut this level of poverty to under 25% would require productivity […]

Continue reading

Financeirização: Disciplina do Mercado ou Disciplina do Capital?

Por John Milios e Dimitris P. Sotiropoulos[1]: 1.  Introdução às discussões recentes: neoliberalismo, financeirização e crise. Um aspecto crucial de quase todas as abordagens contemporâneas sobre o imperialismo é a ideia de que o domínio neoliberal e do setor financeiro globalizado sobre o sistema econômico produz uma versão predatória de capitalismo, um capitalismo que inerentemente […]

Continue reading

Affamare la bestia: il metodo del New Public Management

Por Christian Marazzi: Si chiama New Public Management, nuova gestione pubblica, quel programma di riforme, ispirato ai modelli di gestione delle risorse umane all’opera nell’economia privata, che ha accompagnato il processo di aziendalizzazione dei servizi pubblici negli ultimi anni. Si tratta di un insieme di procedure, o “puzzle dottrinale”, in cui si intrecciano vari principi, in particolare la […]

Continue reading

Do neoliberalismo ao neogerencialismo?

De uma crítica classista ao neoliberalismo Por Eleutério F. S. Prado [1]: “(…) existe uma diferença crítica entre a acumulação de capital em sentido amplo e a acumulação efetiva de valor. (…) porque a riqueza capitalista é criada não apenas por meio da extração de mais-valor, mas também por meio da criação de crédito, uma […]

Continue reading
corruption in innocence by StephJo in Deviant

The anti-corruption package

By Steven Sampson: “Are we now living in a world where there are indeed new moral visions? Or is this transparency and morality discourse but a cover for conspiratorial, more sophisticated capitalist practice? What kind of world is it when Transparency International representatives are invited to Davos but where they also attend the World Social […]

Continue reading

From welfare to poverty management…

Lena Lavinas: What is taking place—spurred on by the ‘success story’ of CCTS—is a downsizing of social protection in the name of the poor. Over the past six years these programmes have benefited from boom conditions, as surplus capital flooded into ‘emerging economies’ from the crisis-stricken advanced capitalist zones. Yet how they will weather a […]

Continue reading
church_profit_by_sociopart

Feminism and Neoliberal Governmentality

By Johanna Oksala, University of Helsinki: “A fundamental feature of neoliberal governmentality is not just the eradication of market regulation, for example, but the eradication of the border between the social and the economic: market rationality—cost-benefit calculation—must be extended and disseminated to all institutions and social practices.” Abstract: The article investigates the consequences for feminist […]

Continue reading

Se a semente não morre, não dá fruto

Por Sérgio Baierle: “O recente outono brasileiro mostrou, além da indistinção política e do poder das ruas, a falência múltipla da parafernália participativa no Brasil. Há muito tempo o presidencialismo de coalizão, junto com os simulacros de participação embutidos em conferências, conselhos e orçamentos participativos tornaram-se sistematicamente hidropônicos. Longe, muito longe da vida real.” –  […]

Continue reading

Capitalismo Movido à Crédito

Por Eleutério Prado: Neste texto é discutida a tese de Richard Duncan sobre a íntima relação da expansão desmedida do crédito com o desempenho da economia norte-americana entre 1968 e o momento atual (2012).  Ele sustenta em seu livro The new depression, publicado em 2012, que a explicação desse movimento de  formação, expansão e estouro […]

Continue reading

The Microfinance Illusion

By Milford Bateman and Ha-Joon Chang: “The logic is well known. Universal social welfare systems are being dismantled under IFI guidance, secure public employment opportunities are rapidly disappearing, and formal sector employment are an increasing rarity too. Nevertheless, the hope is that the microenterprise sector can engage the most articulate and vocal of the poor, […]

Continue reading

Guardians of the Bourgeois City: Citizenship, Public Space, and Middle-Class Activism in Mumbai

By Jonathan Shapiro Anjaria: [Abstract] This article examines the new phenomenon of “citizens’ groups” in contemporary Mumbai, India, whose activities are directed at making the city’s public spaces more orderly. Recent scholarship on Mumbai’s efforts to become a “global” city has pointed to the removal of poor populations as an instance of neoliberal governmentality as […]

Continue reading

Dead Man Working

An analysis of the dead man working and the way in which capital is now colonizing life itself – By Carl Cederström & Peter Fleming: [excerpt] Even its most ardent supporters admit that capitalism died sometime in the 1970s. All attempts to resuscitate it failed. Yet strangely, now that it’s dead, it’s become the only […]

Continue reading

As contradições da frente neo desenvolvimentista

Por Armando Boito Jr.: [excerpt] “A frente neodesenvolvimentista é a frente política integrada por classes e frações de classe muito heterogêneas que sustentou os governos Lula da Silva e que, agora, sustenta o governo Dilma. Essa frente representa prioritariamente os interesses de um setor importante da burguesia brasileira que é a grande burguesia interna. Essa […]

Continue reading