Archive | Crisis Capitalism RSS feed for this section

O suicídio da “classe média”

Por Maurilio Lima Botelho: “É quase uma “astúcia da razão” que sejam exatamente as camadas médias as principais atingidas pela terceirização irrestrita. O ressentimento destas contra os mais pobres já era um resultado da precarização: a crítica norte-americana Barbara Ehrenreich mostrou como, nos EUA, os profissionais de “classe média” sofreram um choque ao ter que […]

Continue reading

Keynes, civilisation and the long run

By Michael Roberts: – “To avoid the situation where in the long run we are all dead, Keynes reckoned that you must sort out the short run.  But the short run cannot be sorted to avoid the long run.  Deliver full employment and all will be well, he thought.  Yet, now in 2017, we have […]

Continue reading

Vida sem valor

O fetiche do capital e a economia política da “vida nua” Por Bruno Lamas Nota prévia:  O presente texto constitui a versão escrita de uma apresentação intitulada «“Vida sem valor”. O fetiche do capital e a economia política da “vida nua”», efectuada em Lisboa, a 21 de Fevereiro de 2015, na jornada “Da vida nua […]

Continue reading

Crise estrutural do capitalismo:

uma reconstrução conceitual e empírica Por Eleutério F. S. Prado [1]: “Vou argumentar agora em favor da tese em discussão: há sim uma crise estrutural no capitalismo que adquiriu agora uma dimensão verdadeiramente mundial. Vou fazer isso por meio de um comentário sobre a tese de Robert Kurz e da ‘crítica  do valor’ segundo a […]

Continue reading

As transformações milagrosas da criação de valor

Uma pequena história – Por Richard Aabromeit: A repetição de um ato que não cria valor nunca pode ser um ato criador de valor. (Karl Marx, MEW 42) Criação de valor em euros = custos de produção, menos adiantamentos, menos amortizações, menos impostos indiretos, mais subsídios (Teoria da Economia Empresarial – dito sábio) A criação […]

Continue reading

Do futuro sombrio do capitalismo

Por Wolfgang Streeck[1]: O cartaz está pregado na parede e ele já se encontra aí há um bom tempo; nós é que temos de aprender a lê-lo. Eis a sua mensagem: o capitalismo é uma formação social histórica; ele não tem apenas um começo, mas tem também um fim.[2] Três tendências se desenvolveram em paralelo […]

Continue reading

Capitalismo de Rosto Humano

Por Tomasz Konicz: Tudo vai voltar a ficar bem – desde que todos se tornem bons. É mais ou menos esta a lógica que se pode encontrar por trás de todas as abordagens de organização, iniciativas, leis e ideologias que pretendem lutar por um capitalismo ético, um capitalismo de rosto humano. Dificilmente qualquer empresa pode […]

Continue reading

Crise do trabalho hoje

Desenvolvimento tecnológico, instabilidade do emprego e crise do capitalismo – Por Maurilio Lima Botelho: Há mais de uma década, a discussão sobre a “crise da sociedade do trabalho” foi relegada, no Brasil, ao quarto de despejo da teoria social. A profunda crítica dirigida ao papel central ocupado pelo trabalho tanto na filosofia e ciência burguesas (liberalismo, […]

Continue reading

Os novos fatos da peste identitária na era do capitalismo de crise

Por Clément Homs:  . “É claro, há a economia e o desemprego, mas o essencial é a batalha cultural e identitária” (Manuel Valls, 04 de abril de 2016)  . Nas relações sociais capitalistas em que todos nos encontramos metidos até o pescoço, estamos em luta constante para obter um bom diploma, para encontrar trabalho, para […]

Continue reading

Crisis sistémica del capitalismo y guerras de las altas finanzas

Por Rémy Herrera: [Excerto] Ninguna de estas corrientes de pensamiento (ultraliberal, neoclásico, neoliberal o nuevo keynesianismo) sugiere reflexionar sobre las condiciones de un proceso de rebasamiento del capital como en la relación social de explotación y opresión – no la mayoría de las proposiciones “de izquierda” (por ejemplo, las que reclaman la reforma del FMI […]

Continue reading

Política sem política

Por Anselm Jappe “Uma coisa me espanta prodigiosamente, eu ousaria dizer que me estupefaz: é que no momento científico em que escrevo, após inumeráveis experiências, após escândalos cotidianos, ainda possa existir em nossa querida França […] um eleitor, um único eleitor, este animal irracional, inorgânico, alucinante, que consinta desviar-se de seus afazeres, de seus sonhos, […]

Continue reading

O Fim do Direito

Hipóteses sobre a extinção de um princípio formal do Ocidente Por Franz Schandl: “Esta crise do Direito não diz respeito apenas à disciplina jurídica, como crise interna; ela é um fenômeno social. Também não pode ser resolvida pelo instrumentário jurídico. O Estado de Direito não é quebrado por quaisquer inimigos externos, mas pela sua própria […]

Continue reading

O fim da gestão da barbárie

Por Marildo Menegat: “Observe o leitor que as politicas de assistência estavam diretamente ligadas e subordinadas ao contexto mais geral de gestão econômica. Isso se deve ao fato de que, como a economia é uma esfera autônoma da sociedade burguesa, que predomina em sua dinâmica sobre as demais esferas de produção da vida social, se […]

Continue reading

Crisis Capitalism & Brasil’s Economic Realities

By Sérgio Baierle: “Lula’s developmentalism, inspired by trade unionism and Keynesianism, tried to reunite in one dream the resuscitation of the nationalist bourgeois of the 20th Century; the base level labor reforms of the 1950s and 1960s; and a new Brazilian miracle with great public investments reminiscent of the military dictatorship policies of the 1970s. […]

Continue reading

Da enorme descarga de capital fictício

Por Ernst Lohoff e Norbert Trenkle: – “Um movimento emancipatório contra a ‘austeridade’ e contra a gestão repressiva das crises deve visar romper, conscientemente, a ligação obrigatória entre a produção de bens sensíveis e a produção [suprassensível] de valor. Trata-se de recusar como ofensiva a questão da ‘viabilidade financeira’. Saber se as habitações serão construídas, […]

Continue reading