img_2034-1

Vida sem valor

O fetiche do capital e a economia política da “vida nua” Por Bruno Lamas Nota prévia:  O presente texto constitui a versão escrita de uma apresentação intitulada «“Vida sem valor”. O fetiche do capital e a economia política da “vida nua”», efectuada em Lisboa, a 21 de Fevereiro de 2015, na jornada “Da vida nua […]

Continue reading
crise-1

Crise estrutural do capitalismo:

uma reconstrução conceitual e empírica Por Eleutério F. S. Prado [1]: “Vou argumentar agora em favor da tese em discussão: há sim uma crise estrutural no capitalismo que adquiriu agora uma dimensão verdadeiramente mundial. Vou fazer isso por meio de um comentário sobre a tese de Robert Kurz e da ‘crítica  do valor’ segundo a […]

Continue reading
06-giovanni-domenico-tiepolo-pulcinella-665x878

Do desastre nos salvará a vileza de Pulcinella

Entrevista com Giorgio Agamben por Alessandro Leogrande “Ubi fracassorium, ibi fuggitorium, onde há uma catástrofe, aí há uma linha de fuga.” Originale versione italiana qui Como a comédia dialoga (desde sempre) com a política. Um ciclo de afrescos de Giandomenico Tiepolo é o ponto de partida do último livro de Giorgio Agamben Entre 1793 e […]

Continue reading
educac%cc%a7a%cc%83o-0004

Tortura é a norma, anomalia são as ocupações

Por Edson Teles: “Autorizo expressamente que a Polícia Militar utilize meios de restrição à habitabilidade do imóvel, tal como suspenda o corte do fornecimento de água, energia e gás. Da mesma forma, autorizo que restrinja o acesso de terceiros, em especial parentes e conhecidos dos ocupantes, até que a ordem seja cumprida. Autorizo também que […]

Continue reading
17th-century-orthodox-icon-of-st-christopher-unknown-icon-painter-greek

Polícia Soberana

Por Giorgio Agamben (English Version link below): Uma das lições inequívocas da guerra do Golfo é a entrada definitiva da soberania na imagem da polícia. A desenvoltura com a qual o exercício de um jus belli particularmente destruidor travestiu-se aqui, com modesta aparência, como uma “operação de polícia” não deve ser considerada (como fizeram alguns […]

Continue reading
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

As transformações milagrosas da criação de valor

Uma pequena história – Por Richard Aabromeit: A repetição de um ato que não cria valor nunca pode ser um ato criador de valor. (Karl Marx, MEW 42) Criação de valor em euros = custos de produção, menos adiantamentos, menos amortizações, menos impostos indiretos, mais subsídios (Teoria da Economia Empresarial – dito sábio) A criação […]

Continue reading
img_1738

Estado de exceção global

Capítulo/trechos de Weltordnungskrieg (2003) [A guerra de ordenamento mundial] Por Robert Kurz: Quando a soberania se dissolve, tem de se dissolver também a relação jurídica e contratual entre os estados. Assim é posta em questão a moderna forma jurídica burguesa em geral, incluindo nas relações interestatais. Mas isso significa apenas que o verdadeiro cerne de […]

Continue reading
a_vida_e_fragil

Do futuro sombrio do capitalismo

Por Wolfgang Streeck[1]: O cartaz está pregado na parede e ele já se encontra aí há um bom tempo; nós é que temos de aprender a lê-lo. Eis a sua mensagem: o capitalismo é uma formação social histórica; ele não tem apenas um começo, mas tem também um fim.[2] Três tendências se desenvolveram em paralelo […]

Continue reading
img_1748

Subsunção da vida ao capital

O conceito de subsunção do trabalho ao capital: rumo à subsunção da vida no capitalismo biocognitivo Por Andrea Fumagalli Trecho A sociedade de controle é a governança da subsunção da vida. Três elementos o confirmam. 1. O primeiro já foi sublinhado pelo próprio Deleuze ao escrever: É o dinheiro que talvez melhor exprima a distinção […]

Continue reading
media-20160625

Agência pós-moderna de viagens a eventos em dificuldades

Por Richard Aabromeit: “Eu sou um cavaleiro andante, e não daqueles, de cujo nome nunca a fama se recordou para os eternizar, mas dos que, a despeito e pesar da própria inveja, e de quantos magos criou a Pérsia, e brâmanes a Índia, e gimnosofistas a Etiópia, hão de pôr o seu nome no templo […]

Continue reading
Human Face City

Capitalismo de Rosto Humano

Por Tomasz Konicz: Tudo vai voltar a ficar bem – desde que todos se tornem bons. É mais ou menos esta a lógica que se pode encontrar por trás de todas as abordagens de organização, iniciativas, leis e ideologias que pretendem lutar por um capitalismo ético, um capitalismo de rosto humano. Dificilmente qualquer empresa pode […]

Continue reading
preparativos-invasao-rocinha

Against the Romance of Community Policing

By Stuart Schrader: “I would define community as a technology of social intervention and manipulation. How community creates adhesion among people is hidden by the embedded assumptions of boundedness, cohesiveness, and harmony in typical usage. The very working of the technology itself erases politics, erases the vast inequalities in access to power and resources that structure […]

Continue reading
The Girl with Crossed Arms - Paula Modersohn-Becker 1903

La mercancía explicada a mis hijos

Por Emile Kirschey: Comprar y vender son actos extremadamente banales hoy, realizados cotidianamente por todo el mundo, todas las empresas y en todos los países. Por tanto, unos ejemplos de otras civilizaciones nos muestran que esta manera de actuar podría ser poco frecuente o reservada a ciertos casos. De hecho, intercambiar, comprar o vender nos parece […]

Continue reading
SURIMI PARTY 2008 Resina De Poliester Sculpture by LidóRico

Crise do trabalho hoje

Desenvolvimento tecnológico, instabilidade do emprego e crise do capitalismo – Por Maurilio Lima Botelho: Há mais de uma década, a discussão sobre a “crise da sociedade do trabalho” foi relegada, no Brasil, ao quarto de despejo da teoria social. A profunda crítica dirigida ao papel central ocupado pelo trabalho tanto na filosofia e ciência burguesas (liberalismo, […]

Continue reading
pos-democracia

Otimismo Cruel na Pós-Democracia

Na pós-democracia, os direitos e garantias fundamentais também são vistos como mercadorias Por Rubens Casara: Na pós-democracia o significante “democracia” não desaparece, mas perde seu conteúdo, ou seja, não há mais um modelo de Estado no qual existe participação popular para a tomada das decisões políticas somada ao esforço dos agentes estatais para a concretização […]

Continue reading